Khalid no NPR

Olá amiguinhos!

Esse bloguito nos últimos dias ficou fora do ar porque fiz umas mudanças de servidor.

Acredito que agora estamos numa plataforma melhor, dá pra vocês comentarem em cada post, e criei também um email sempre que quiserem indicar suas músicas pra cá. É o falecomindicamusica@gmail.com .

O que acharam da carinha nova do blog? Eu curti.

Ontem apareceu pra mim esse vídeo de alguns dias atrás, mas que eu ainda não tinha visto: o Khalid no NPR Tiny Desk, e é simplesmente sensacional.

O Khalid foi um dos primeiros posts desse blog com Location, em que eu te avisei que esse mocinho tem apenas 20 aninhos e é talentoso pra caramba.

Olha que demais ele ao vivo só no voz+violão, como pode essa voz tão incrível?

Confesso que gostei mais dessa versão de Young, dumb and broke do que da original.

Khalid seu maravilhoso, vai longe!

Anúncios

Childish Gambino – Redbone

arghhhhhhhhhhhhhhhh o que dizer?

Ontem eu tinha escrito um texto gigante sobre essa música, com vários outros vídeos de covers. Mas sem querer desliguei o computador, e acabei perdendo o texto todo.

Daí fiquei pensando, se talvez eu deveria reescrever  o post falando de várias outras músicas do Childish Gambino, dos outros álbuns, comparando a mudança, etc.  Mas acho que podemos deixar isso pra outro post. Por agora, vamos falar só dessa música mesmo, que eu não consigo tirar do repeat por nada.

Quando eu tou dirigindo e essa música cai no spotify, ou quando tou trabalhando e ela aparece no foninho, eu não sei o que acontece. Parece que tudo ao redor pausa pra ela tocar e você prestar atenção nos ricos arranjos que ela tem. Minha reação inicial sempre é ARGH de raiva, de tão boa que ela é, hahaha.

First things first : Childish Gambino é na verdade o projeto musical do ator, comediante, diretor e produtor Donald Glover. Sim, ele mesmo, o Troy da série Community! Massa ,né?

image

Muito bem.  Apresentações feitas, agora curte o som aí:

Essa música é tão massa, que tem milhões de covers no youtube. De todo jeito, de todo tipo de gente, inclusive muita gente famosa. Olha a dona MØ aí, com um time sensacional:

Esse com voz, violão e kazoo (inusitado ou não?hahaha), ficou muito legal:

Mais uma versão legal, no triple j like a cover:

E se você quer dar uma olhada na produção dessa música, olha que legal esse vídeo feito pela Genius com o  Ludwig Göransson, o produtor. Achei sensacional, e confesso que eu sempre acho muito massa ver uma pessoa que manja tudo de todos os instrumentos. Não me canso de achar isso totalmente impressionante.

Inclusive tem uns comentários nesse vídeo do youtube tipo “no big deal” que eu fiquei tipo ??????????????????????????????????????  Mas tudo bem. Deixa a galerinha. Eu achei o máximo. Tire suas próprias conclusões:

É isso aí! Se você não conhece Childish Gambino, esse álbum todo é muito legal e os outros também. Depois faço um post com as músicas mais antigas.

Ok-kay-kay-kay!

Arctic Monkeys – Hold on we´re going home (Drake cover)

Eu amo muito covers.

Quando eu gosto muito de uma música, a primeira coisa que eu faço é escutar 1 milhão de vezes.

Depois que eu escuto 1 milhão de vezes e decoro tudo que dá pra decorar, eu procuro a versão ao vivo, pra ver a diferente interpretação do artista, fora do estúdio, improvisando, etc.

Certo. Depois disso vem a minha parte predileta, que é procurar covers loucamente.

A princípio eu só pesquisava covers acústicos. Mas agora que no youtube existem todos esses programas maravilhosos de covers com artistas famosos (bbc 1 live lounge, triple j, etc etc), agora tem muito cover bom por aí, o que me deixa bem feliz.

Drake é bom demais.

Arctic Monkeys é bom demais.

Esse cover ficou coisa de outro mundo. Eu amo tanto a intro de bateria do Matt Helders. Na verdade, a bateria toda da música é ON POINT AF. Aproveitando pra fazer uma declaração aos backing vocals dele, como eu amo.

Já que tamo falando de Arctic Monkeys, e dos falsetes do Matt, por que não deixar mais uma? Não é cover de ninguem, é hit deles  mesmo, mas tão maravilhoso. Amo tanto o violão.

Mais um porque né? Essa apresentação do I Wanna Be Yours, eu confesso que eu gosto mais do que a original, de tão linda e intimista que ficou.

Já que esse post se prolongou mais do que deveria, vou voltar ao assunto inicial que era cover. Pega que linda essa versão do Arctic Monkeys pro hit do Tame Impala. O que é esse vocal do Alex Turner aqui? Achei que elevou a música a outro nível, pra ser sincera.

Qual foi seu predileto?

Long live Alex Turner!